Grupo Voluntário SANGUE JOVEM
 

 

 

 

 

 

 

 

 

 
 
LINKS
 
 
 
 
 
CONHEÇA ALGUNS CURSOS TÉCNICOS
 
  AUTOMOBILISMO:
O CURSO: Quem quiser ingressar no curso de Automobilismo deve gostar de automóveis, prioritariamente. A afinidade com determinada matéria é importante apenas na hora da especialização. Se estuda um pouco de tudo: matemática, computação, física, química, biologia etc. O curso tem duração de quatro anos, e os alunos têm contato com as últimas tecnologias desenvolvidas na área.
O QUE FAZ?: O técnico em automobilística está presente em todas as etapas da cadeia da indústria de automóvel, desde o insumo ao produto final, e mesmo em serviços pós-venda (manutenção de veículos), o que significa que deve ser um profissional versátil, com conhecimentos de tecnologia dos materiais, processos de industrialização, modelação, repintura, entre outros.
O curso técnico é um diferencial positivo na medida em que proporciona aos formandos registro profissional no Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura (CREA), e certificado de conclusão conveniado com grandes empresas.

EDIFICAÇÕES/ESTRADAS: CONSTRUÇÃO CIVIL:
O CURSO: Os estudantes aprendem a analisar e desenhar projetos de prédios ou estrada. O curso também ensina o aluno a fazer orçamentos e prepará-los para concorrências, assim como fiscalizar a execução dos projetos arquitetônicos (edificações) ou geométricos (estradas). Os alunos têm aulas sobre solos, topografia, construção, mecânica, pavimentação e edificações.
O QUE FAZ? O técnico em Edificações desenvolve atividades de levantamentos topográficos, projetos arquitetônicos, hidrosanitários, elétricos e residenciais, orçamentos, planejamento, execução e fiscalização de obras.
O técnico em Estradas atua nas diversas etapas da construção e manutenção de estradas elaborando projetos de rodovias, loteamento e drenagens, além de fazer levantamentos topográficos, supervisão e execução de sondagens.
Amplo e de crescimento estável. O técnico pode trabalhar na supervisão e na construção de serviços na área de construção civil em geral (edificações), ou na fiscalização e acompanhamento de construção e restauração de estradas (estradas).

ELETROTÉCNICA:
O CURSO: Os alunos aprendem sobre funcionamento de instalações elétricas, redes de transmissão e distribuição de energia, além de projetos de aparelhos elétricos. Durante o curso, o estudante têm aulas de informática, instalações elétricas, máquinas e eletricidade, aprendendo de tudo um pouco.
O QUE FAZ? O técnico atua em usina elétricas e indústrias de transformação, na confecção de projetos elétricos de iluminação, instalação de redes de distribuição e equipamentos, manutenção de instalações elétricas e circuitos de comando. O profissional também atua em laboratórios de controle de qualidade de produtos industrializados, supervisionando a linha de produção industrial.
O técnico pode trabalhar na supervisão de manutenção elétrica em nível residencial, comercial, hospitalar e industrial, e também na linha de produção e na montagem de redes e linhas elétricas de transmissão.




ADMINISTRAÇÃO:
O CURSO: O curso técnico de Administração visa inserir no mercado de trabalho profissionais habilitados a exercer a função de assistente administrativo. Além das disciplinas práticas e teóricas, os alunos complementam sua formação com visitas técnicas e empresas de pequeno, médio e grande porte e também têm acesso à empresa modelo simulada para conhecer melhor o dia-a-dia desse profissional.
O QUE FAZ? O técnico em Administração é o elo entre o nível operacional da empresa com o chefe. Pode atuar desde o atendimento externo, inclusive articulando com empresas do exterior, até em departamento de comunicação interna ou recursos humanos. Atualmente, domínio de informática e mais de um idioma são fundamentais para esse profissional.

INFORMÁTICA:
O CURSO: Quem gosta de ciência exatas e tem afinidade com computadores está no lugar certo. Os alunos aprendem a montar um microcomputador, configurá-lo e, principalmente, realizar a manutenção preventiva ou corretiva. É preciso entender bastante hardware e software, pois o aluno terá contato com diversas linguagens utilizadas, atualizadas a todo instante, como Java e html, além de compreender o funcionamento de cada componente do micro.
O QUE FAZ?: O profissional tem como principais atribuições à análise e o levantamento de dados para o desenvolvimento de sistemas e programas. É responsável também por detalhar instruções organizadas e codificadas (para que o computador execute o sistema desejado) e auxiliar na análise e desenvolvimento de projetos de sistemas de informação. O técnico em Informática é, basicamente, um expert em computadores.

MECÂNICA:
O CURSO: Os estudantes podem se preparar para encarar um dia-a-dia recheado de cálculos e contas. O aluno vai aprender diversas formas de fabricação e peças e ter contato com o que há de mais avançado em robótica. Outro ponto de destaque da grade curricular são os experimentos com sistemas hidráulicos e técnicos. O desenho técnico também é bastante exigido no decorrer do curso.
O QUE FAZ?: O técnico orienta as instalações de equipamentos mecânicos e realiza a manutenção e a provisão das máquinas. Além disso, cabe ao profissional fazer o diagnostico do funcionamento das máquinas, a especificação de peças mecânicas e o delineamento de processos de fabricação mecânica. Com o crescente processo de automação industrial, também cabe ao técnico aplicar e elaborar os projetos.

METEOROLOGIA:
O CURSO: Durante o curso, os estudantes têm aulas práticas e teóricas, aprendem tudo o que se refere aos fenômenos da natureza, como clima e vegetação. É preciso que os candidatos desta área gostem bastante de física e matemática, que são matérias abordadas em diversas disciplinas da grade curricular. O estudo de questões polemica, como desmatamento, queimadas e poluição, também fazem parte do currículo do curso.
O QUE FAZ?: O profissional aproveitará seus conhecimentos em projetos e planejamentos para aproveitamento de recursos naturais, na construção de usinas hidrelétricas e no planejamento rural integrado. Dentre as responsabilidades do técnico estão à coleta de dados meteorológicas e a operacionalização de estações meteorológicas.
Os profissionais podem atuar em departamentos de previsão do tempo, na orientação da agricultura, transportes aéreos e marítimos. Podem trabalhar também em aeroportos, orientando os pilotos sobre a pressão atmosférica e ventos, assim como em instituições militares, como por exemplo, a marinha, que sempre abre concursos para técnicos nessa área.


ELETRÔNICA:
O CURSO: Quem quiser ingressar no curso de Eletrônica deve gostar de matemática, computação, física, mecânica, resistência e termodinâmica, que são as disciplinas básicas do curso. O curso tem duração de quatro anos, e para se formar, os alunos devem desenvolver um projeto, incluindo planejamento, construção e documentação. O uso do laboratório começa nos primeiros períodos.
O QUE FAZ?: O técnico em Eletrônica ajuda no desenvolvimento de projetos e no assessoramento dos estudos de custos que envolvem sua área de atuação. Ele faz também manutenção preventivas, como inspeção e substituição de componentes, controla ensaios de pecas e conjuntos, orienta na utilização, montagem, regulagem e manutenção de aparelhos e instrumentos e dá assistência técnica a pessoal de operação, supervisionando-os durante os trabalhos.

SEGURANÇA DO TRABALHO:
O CURSO: Os estudantes aprendem a analisar situações de risco profissional, além de elaborar mapas específicos. O aluno também aprende a lidar com todos os equipamentos utilizados na prevenção, e nos primeiros socorros após um acidente. Os alunos têm aulas informativas com aparato audiovisual, além de visitas técnicas e palestrar de empresas especializadas. Aprende sobre riscos físicos, químicos, ambientais, agronômicos etc.
O QUE FAZ?: O técnico em Segurança do Trabalho desenvolve atividades de levantamentos de situações de risco, ações preventivas, primeiros socorros, palestras informativas com empregados etc. O técnico atua em praticamente todos os segmentos da indústria e do comércio, onde há atividades produtivas, tanto na área de serviços, como na de insumos, ou na de produtos acabados.

TURISMO:
O CURSO: Nos seis períodos do curso, o aluno recebe informações de cultural geral, idiomas e noções de administração de agencia de turismo. O objetivo é que, no final do curso, o aluno saia bem preparado para atuar no setor turístico, principalmente no Estado do Rio de Janeiro, em três áreas básicas: Concierge, Guia de Turismo e Técnico em Entretenimento.
O QUE FAZ?: O Concierge é uma espécie de “fada madrinha” do hotel. Ele lida diretamente com os hospedes, e, por isso, precisa ter domínio de idiomas, além de estar antenado com tudo o que acontece na cidade.
O Guia de Turismo precisa ter uma cultura mais aprofundada, conhecimento amplo de sua área de atuação, ser comunicativo e falar vários idiomas.
Já o Técnico em Entretenimento precisa reunir os atributos dos outros dois profissionais e ainda ter uma boa noção de organização de eventos.
Os profissionais podem atuar junto a hotéis, clubes, agências de turismo, resorts etc.

TELECOMUNICAÇÕES:
O CURSO: Prepare-se para estudar matérias que você talvez nunca sonhou quando estava primeiro grau, como construção e controle de redes, sistemas digitais, desenho técnico e projeto e análise de circuitos. A formação especializada em redes de computadores e sistemas moveis é bem sólida.
O QUE FAZ?: Como técnico em Telecomunicações você vai auxiliar o desenvolvimento e o detalhamento de projetos, além de controlar e operar sistemas de telecomunicações, coordenar e influir equipes de operação ou manutenção de equipamentos, prestar assistência técnica e ainda efetuar a manutenção de equipamentos.


AGROPECUÁRIA ORGÂNICA:
O técnico em Agropecuária Orgânica tem como objetivo prestar assistência técnica a agricultores e pecuaristas na formação de lavouras, manejo de animais, administração de produtores rurais e desenvolvimento de projetos e pesquisas tecnológicas ou atuar como empreendedores, autônomos em empresas e órgãos públicos, ou em cooperativas e bancos.
Esses técnicos estão qualificados a apresentar alternativas viáveis de agropecuária sustentável, com tecnologia que exija menos recursos não – renováveis e práticas aceitáveis em níveis sociais e ambientais, valorizando a qualidade de vida, através da produção de alimentos mais saudáveis.


HOTELARIA:
O curso técnico na área de Turismo e Hotelaria, com habilitação em Hotelaria tem por objetivo formar profissionais que de imediato possam atuar nos serviços de hospitalidade e na implantação, desenvolvimento e manutenção de serviços de alimentação. É um curso compacto, objetivo, com conteúdos definidos e que essencialmente atende ao profissional que busca espaço no mercado de trabalho, já que vem preencher um segmento deste que necessita de profissionais qualificados para atuar no setor.
O técnico em Hotelaria atua como gerente-administrador ou assistente deste, em estabelecimentos de hospedagem e alimentação, cuidando da organização dos espaços, suas funções, circulação, bem como pessoas e equipamentos que deverão comportar, exercer funções pertinentes a governança como encarregado ou chefe de lavanderia, almoxarifado e serviços de limpeza; coordenar os trabalhos, supervisionando pessoal e controlando estoques de materiais, coordenar, superitende e executa os serviços de recepção e participa ativamente na concepção e execução das ações de promoção comercial da unidade hoteleira, de forma autônoma ou integrada em pacote turísticos etc.

PATOLOGIA CLÍNICA:
O curso forma técnicos que atuam na coleta de materiais biológicos e realização de exames laboratoriais, compondo equipe multidisciplinar em hospitais de rede pública e particular e em laboratórios clínicos e de pesquisa.
Compete ao técnico em Patologia Clinica interpretar e aplicar as normas de biossegurança, coletar os mais diferentes tipos de material biológico, identificar quantitativa e qualitativamente os elementos físicos e químicos da urina, bem como análise microscópica do sedimento urinário, executar técnicas de identificação de parasitas, fazer dosagens bioquímicas de líquidos orgânicos, analisar morfo – fisiologicamente os elementos figurados do sangue, utilizar metodologias de identificação de microorganismos causadores de infecções, pesquisar os elementos do sistema imunológico; elaborar planilhas de estoque de reagentes e relatórios para controle de qualidade.

ENFERMAGEM:
O curso forma profissionais para desenvolver atividades de assistência e tratamento de pacientes, sob a orientação de enfermeiros e médicos.
Compete ao técnico em Enfermagem colaborar no atendimento de emergência e no tratamento de pacientes, podendo colher material para exames de laboratório, aplicar medicamentos e fazer curativos, além de instrumentar cirurgias, pode auxiliar nos tratamentos fisioterápicos, orientar exercícios de reabilitação e acompanhar a recuperação dos pacientes após a saída do hospital. Nas unidades de enfermagem, o técnico pode supervisionar as tarefas do pessoal de apoio, orientando sobre procedimentos corretos de higiene e limpeza, e colaborar em programas de formação no próprio local de trabalho.

PRODUÇÃO CULTURAL E DE EVENTOS:
O curso forma profissionais preparados para programar eventos culturais, publicitários, esportivos, educacionais, políticos e recreativos, estando aptos a atuar não só em empresas, como também na gerencia de seu próprio negocio, com uma visão moderna de organização.
Compete ao término em Produção cultural e de eventos elaborar e executar planos de produção de projetos culturais e/ou em produção de eventos; captar e administrar recursos (financeiros, materiais ou humanos) para viabilizar projetos e identificar oportunidades de perspectivas no mercado em que atua, principalmente nas áreas cultural e de eventos.

MÁQUINAS NAVAIS:
O curso forma técnicos aptos para o exercício de atividades na indústria de construção naval e offshore, relativas ao planejamento, projeto, execução, operação, manutenção e controle de qualidade.
Compete ao técnico em Máquinas Navais atuar no projeto, construção e reparo de máquinas navais. Acompanhar a instalação de equipamentos ligados à movimentação, aquecimento e geração de energia elétrica das embarcações.

ESTRUTURAS NAVAIS:
O curso capacita o aluno de nível médio para o exercício de atividades na indústria de construção naval offshore, relativas ao planejamento, projeto, fabricação, montagem e controle de qualidade.
Compete ao técnico em Máquinas Navais atuar no projeto, construção e reparo das estruturas das embarcações, além de acompanhar a instalação de equipamentos ligados à movimentação, aquecimento e geração de energia elétrica.

ELETROMECÂNICA:
O curso forma profissionais capacitados para trabalhar como intermediários entre engenheiros e auxiliares, nas áreas de projeto, produção, operação e manutenção de equipamentos e instalações industriais.
Compete ao técnico em Eletromecânica coordenar e desenvolver equipes de trabalho que atuam na instalação e manutenção de máquinas e equipamentos mecânicos: elaborar planilhas de manutenção de maquinas e equipamentos, considerando a relação custo – beneficio; identificar e aplicar tecnologias na automação de sistemas de energia; interpretar circuitos elétricos, eletrônicos, hidráulicos e pneumáticos; avaliar recursos de informática e suas aplicações; prestar assistência na compra, venda e utilização de equipamentos eletromecânicos.

EMPREENDIMENTOS:
O curso forma profissionais capacitados a enfrentar as mudanças do cenário internacional e instrumentalizá-os para a inserção numa sociedade globalizada e detentora de múltiplas alternativas, colaborando para a formação de empreendimentos mais eficientes e eficazes, através do repasse de conteúdos técnicos necessários para identificar, avaliar e desenvolver um novo negocio, contextualizado em cenários mais produtivos modernos e competitivos.
Compete ao técnico em Empreendimentos: realizar atividades de gestão, como planejamento, organização, direção e controle de recursos humanos e de recursos materiais nas áreas mercadológicas, administrativa, financeira e de produção; criar e aproveitar oportunidades; resolver problemas; melhorar processos, ser flexível, inventar negócios e obter resultados.



CONTABILIDADE:
O curso forma técnicos capazes de abrir, legalizar e encerrar firmas, além de registrar todas as operações contábeis e controlar o pagamento de impostos e taxas de empresas e autônomos.
Compete a técnico em contabilidade fazer lançamentos nas planilhas de débitos e créditos, organizar livro razão, verificar e calcular os recebimentos, programar os pagamentos, preparar os depósitos bancários, calcular juros, impostos e taxas, monitorar empréstimos, preparar relatórios sobre pagamentos de impostos e outras informações contábeis, analisar e comparar balancetes, legalizar firmas.

PRODUÇÃO DE TV E VIDEO:
O curso forma profissionais que atendem ao mercado de radiodifusão (com ênfase em televisão), produtora independentes, cinema, produções musicais e teatrais, sendo capazes de atuar como assistentes ou gestores de equipamentos de adequação de luz e de captação e composição de imagens na captação ou registro de imagens estáticas e em movimento.

PROPAGANDA E MARKETING:
O curso forma profissionais de nível técnico qualificadas e devidamente capazes para atuar no mercado de comunicação e marketing, que abrange agencias de publicidade e propaganda, produtoras, veículos de comunicação de mídia impressa e eletrônica e departamentos de comunicação.
Compete ao técnico em propaganda e marketing antever, organizar e acompanhar ações e providencias ligada à distribuição e/ou à exibição de produtos; estimar e obter recursos e condições necessários aos processos de produção e veiculação de campanha publicitária; pré-produzir, identificar, providenciar e organizar os insumos para produções; executar atividades que envolvem a pesquisa e a ordenação de conteúdos, adequando-os às características dos diferentes gêneros e veículos de comunicação; negociar a compra de espaços eficazes na mídia, com base em informações de mapas de audiência, pesquisas de retorno e de perfil de público.